• Língua Livre

LL #11 – Literaturas Africanas de Língua Portuguesa, com Carmen Tindó

Atualizado: Jul 15

Neste episódio, recebemos a Prof. Carmen Tindó, professora titular de Literaturas Africanas de Língua Portuguesa da UFRJ, para conversar sobre a produção literária dos países lusófonos africanos. A professora falou de aproximações e oposições entre esses países e o Brasil, no âmbito da cultura e da literatura; destacou a necessidade de se pensar a pluralidade linguística e cultural do continente africano e fez algumas reflexões sobre a presença das literaturas africanas nas escolas e universidades brasileiras.


>>> OUVIR NO MEGAFONO <<<

>>> OUVIR NO SPOTIFY <<<

>>> OUVIR NO APPLE PODCASTS <<<

>>> OUVIR NO GOOGLE PODCASTS <<<

>>> OUVIR NO CASTBOX <<<


>>> SUMÁRIO <<<

Introdução >>> 00:00:00 a 00:12:04

Recados iniciais; leitura do poema Grito Negro; apresentação da convidada

Bloco 1 >>> 00:12:05 a 00:35:19

Lusofonia: aproximações e diferenciações culturais e literárias entre os países de língua oficial portuguesa; ligações entre Brasil e África

Bloco 2 >>> 00:35:20 a 01:11:46

As várias Áfricas e literaturas africanas; o papel da literatura como ferramenta de resistência política

Bloco 3 >>> 01:11:47 a 01:35:15

Educação e ensino de cultura e literaturas africanas e afro-brasileiras – impactos da Lei 10.639/03; o lugar das literaturas africanas nos níveis de ensino básico e superior

Recomendações e encerramento >>> 01:35:16 a 01:56:40

Leitura de conto por alunos do CP2/SC3 >>> 01:56:41 a 02:07:22

Leitura do conto angolano A Menina Vitória, de Arnaldo Santos


>>> NOSSOS CONTATOS <<<

Site: www.lingualivre.com

Twitter: @LinguaLivre Instagram: @lingualivrepod

Facebook: fb/lingualivrepodcast

E-mail: lingualivrepod@gmail.com


>>> APOIE O LÍNGUA LIVRE <<<


>>> PARTICIPARAM DO EPISÓDIO <<<

Prof. Carmen Tindó

Liliane Machado – Twitter: @LilianelMachado / Instagram: @machado.liliane

Vivian Paixão – Twitter: @vivian_paixao / Instagram: @vivianpaixao


Participações especiais:

Fagner Torres (Podcast Lado B do Rio) – leitura do poema Grito Negro, de José Craveirinha

Prof. Laís Naufel, Ana Beatriz Diniz, João Victor Cavalcante e Leandra Pires (CP2-SC3) – leitura do conto Menina Vitória, de Arnaldo Santos


>>> REFERÊNCIAS DO EP <<<

Autores: Mia Couto; Paula Tavares; Ondjaki; José Craveirinha; Pepetela; Patraquim; Paulina Chizianie; Ruy Duarte de Carvalho; Manuel Rui

Música: Hino Nacional de Angola

Livros:

O desejo de Kianda, de Pepetela (1995)

As aventuras do Ngunga, de Pepetela

Noites de Vigília, de Boaventura Cardoso (2012)

Desmedida, de Ruy Duarte de Carvalho (2007)

Lavra, de Ruy Duarte de Carvalho (2005)

João Vêncio, os seus amores, de Luandino Vieira (1979)

Kalunga, de Manuel Rui (2018)

Trilogia “As areias do Imperador”, de Mia Couto: Mulheres de Cinzas (vol. 1 – 2015); Sombras da Água (volume 2 – 2016); O Bebedor de Horizonte (volume 3 – 2018)

Travessia por imagem, de Manuel Rui (2013)

Machado de Assis, afrodescendente, de Eduardo de Assis Duarte (2007)

Coleção de Autores Africanos, Editora Ática (1979-1991)

Crítico: Eduardo Lourenço

Filme: Comboio de sal e açúcar, de Licínio Azevedo e Teresa Pereira (2016)

Documentários:

Cartas para Angola, de Coraci Ruiz e Júlio Matos (2011)

Timor Lorosae – o massacre que o mundo não viu, de Lucélia Santos (2001)

Kalunga, de Lara Sousa (2018)

Vídeo: Chimamanda Adiche – O perigo da história única (TED Talks)

Site: Ondajaki – Kazukuta

Teses e Dissertações:

Morte e prazer em João do Rio, de Carmen Lúcia Tindó Ribeiro Secco, Dissertação de Mestrado (orientação: Affonso Romano de Sant’Anna), PUC-Rio (1976)

As rugas do tempo nas dobras do literário, de Carmen Lúcia Tindó Ribeiro Secco, Tese de Doutorado (orientação: Affonso Romano de Sant’Anna), UFRJ (1992)

José Craveirinha e os relicários da palavra, de Guilherme de Souza Bezerra Gonçalves, Tese de Doutorado (orientação: Carmen Lúcia Tindó Ribeiro Secco), UFRJ (2018)


>>> RECOMENDAÇÕES <<<

PROF. CARMEN:

Filmes: Oxalá cresçam pitangas, de Ondjaki e Kiluanje Liberdade (2006)

O dia em que explodiu Mabata-bata, de Mia Couto, direção: Sol de Carvalho (2017)

Livros: A avó dezanove e o segredo soviético, de Ondjaki (2009)

Quase fim do mundo, de Pepetela (2008)

Festival de cinema negro

LOCKE:

Músico: Abel Duerê

VIVIAN:

Perfil do Twitter: Ale Santos – @savagefiction

Livro: Rastros de resistência, de Ale Santos (2019)

Música: Cezária Évora; Helio Batalha

Canais do Youtube: Aza Njeri; Africa Zoom

LILIANE:

Documentários: Língua – Vidas em Português, de Victor Lopes (2004)

Angola, saudades de quem te amo, de Richard Pakleppa (2005)

Livros: Mayombe, de Pepetela (1980)

Os lusófonos, Martinho da Vila (2005)


>>> CRÉDITOS <<<

Música da abertura: Banda Urgia – Literário Literal

Gravação e edição: Thiago Locke / Masmorra Produções (ig @masmorra.producoes)

Ilustração da capa: Vick Barbosa (ig @venvz_art)


>>> PLAYLIST <<<

Hélvio – Isto é Angola (Em: Muxima Uami, 2015)

Abel Duere – Bolingo (Em: Ombaka, 2007)

Cezária Évora – Sodade (Em: Miss Perfumado, 1992) Belita Palma – Caminho do mato [poema de Agostinho Neto]

>>> COMO CITAR ESTE EPISÓDIO <<<

PAIXÃO, Vivian; MACHADO, Liliane; SECCO, Carmen Lúcia Tindó Ribeiro. Literaturas Africanas de Língua Portuguesa. Língua Livre Podcast #11, 05Out2019. 118 min. Disponível em: https://www.lingualivre.com/post/ll_11

371 visualizações
  • Ícone Facebook
  • Ícone Instagram
  • Ícone Twitter
  • Ícone Spotify
  • Ícone iTunes